segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O Pico não é só diferente, o Pico é único!

Quando há uns anos atrás me mudei para o Pico de malas e bagagens nunca pensei vir a apaixonar-me por esta “terra” como verdadeiramente me apaixonei. O Pico tem uma alma própria, uma magia que se sente e que nos aconchega a cada dia que passa. É difícil explicar o que nos prende verdadeiramente, mas é mais difícil ainda ficar indiferente à sua imponência.


Desde que aterramos, seja pelo Pico ou pelo Faial, ficamos hipnotizados pela montanha que com os seus 2351 metros se ergue dos verdejantes campos. Ergue-se como que mostrando toda a sua beleza e toda a sua grandiosidade, como que afirmando a sua “posição” do ponto mais alto de Portugal. Do negro das suas pedras nasceram currais de vinhas que possuem uma mágica tão intensa que mereceriam uma odisseia tal como o labirinto de Creta da mitologia grega. Currais desenhados como se verdadeiras obras de “engenharia” se tratassem, currais feitos por homens que criaram vinhas que hoje são património da Unesco. A arquitetura é única, e as casas construídas através do basalto negro que “nasceu” do vulcão quando conjugadas com as “nossas” paisagens naturais tornam-se verdadeiras obras de arte e cheias de encanto.

Mas o Pico tem outras particularidades.

O Pico não é só a montanha, o Pico é também ele mar. Um mar em tons de azul, com tesouros que habitam nas suas profundezas e que se deixam desfrutar da janela da nossa casa. O avistar das baleias e dos golfinhos é algo encantador e traduz-se numa experiência única.

As pessoas são o reflexo desta magia, recebem-nos e acolhem-nos com uma especial particularidade de nos fazer sentir bem, de nos fazer sentir em casa!

Não é de estranhar, portanto, que o Turismo do Pico seja também ele diferente, que cative e que “aprisione” quem nos visita. Que crie aos turistas uma sensação e vontade de retornar a esta casa que passa também a ser deles.

Algarvizar” o turismo do Pico é somente matar a alma do Pico.

O Pico sobressai pela diferença e não pela concorrência!

A industrialização do sector hoteleiro/turístico na ilha do Pico é querer tornar o Pico banal, e isso é tudo aquilo que o Picarotos / Picoenses não devem desejar.

Os montantes usados nesse tipo de investimento são usualmente atrativos (acima dos vários milhões de euros) e são por isso mesmo fáceis de “aclamar”. Mas por vezes, nem sempre o caminho mais fácil é a melhor decisão a tomar. É importante que “se tentem” manter intactas as características do Pico, que se seja capaz de decidir de uma forma concreta e de negar um projeto quando o mesmo pode pôr em causa toda a dignidade paisagística da Ilha Montanha.

É difícil imaginar a “alma do Pico” sem ser nestas condições, sem ser rodeado de arquitetura com história ou de paisagens naturais que se sobressaem à própria arquitetura.


Qualquer alteração a estas condições é distorcer o Pico, é camuflar a alma do Pico e a nossa preocupação deverá ser sempre a manutenção da unicidade do Pico!

Porque o Pico não é somente diferente, mas principalmente, porque o Pico é único!

Autor: Pedro Silva
https://www.facebook.com/FotografiaByPedroSilva/photos/a.211069609038955.70106.211052839040632/326685584144023/?type=3&theater



8 comentários:

  1. Pico, que charme. Ele hipnotiza e cria atmosfera de profunda alma profunda de um embuste profundo e fraude. 13000 trapaceiros na ilha não podem estar errados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia,
      Memo não tendo conseguido compreender o seu comentário agradeço-lhe a sua disponibilidade para o fazer.
      Obrigado

      Eliminar
  2. Que resposta mais estranha, confusa e esquisita. Como picoense que sou, defendo sim a minha terra, e sublinho que, o pico de facto tem uma magia e encanto únicos e extraordinárias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário. Sim é verdade, o Pico tem algo que nos fascina!

      Eliminar
  3. I have been in Tourism for over 27 years. I have traveled extensively and can honestly say that there are not too many places left on the planet like Pico Island!

    The island must be kept in its purity!

    I was born on Pico; now live in Canada...go back often!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thank you very much for your message.

      Best regards

      Eliminar
  4. O pico é uma ilha magica...eu sei disso. Vivendo la para um poco mais de 6 meses mudou minha vida para sempre

    ResponderEliminar
  5. Um local encantado!
    Obrigado pelo seu comentário!

    ResponderEliminar