Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2017

Aeroporto do Pico: A vitória da Petição.

Imagem
Existem milhares de maneiras de interpretar “discursos”, mas existem ainda mais maneiras de se escreverem notícias, e no final, as várias interpretações acabam por ser escritas à vontade de cada freguês. Isso, foi o que aconteceu com a petição criada pelo Ivo Sousa, Luís Ferreira e pelo Bruno Rodrigues para o aumento das condições de operacionalidade do aeroporto da ilha do Pico. Até aqui nada de novo, ou não fossem as vozes da desgraça ou os arautos da miséria que após a declaração do Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, saíram à rua como que vitoriosos pela expressão “ não estão previstas quaisquer intervenções ou investimentos quanto à ampliação da pista do aeroporto do Pico ”.

Miguel Machado é candidato independente à Câmara Municipal das Lajes do Pico

Imagem
O Arquiteto Miguel Machado de 39 anos apresentou-se no dia 20 de Julho de 2017 na Manhenha como candidato à Câmara Municipal das Lajes do Pico pelo movimento independente de cidadãos «Podemos Mais», dissipando assim as dúvidas que existiam sobre a suposta ligação ao PSD.

Czar coloca o Pico nos picos do mundo vitivinicola

Imagem
O vinho licoroso Czar 2009 já tinha dado mostras da sua unicidade ao ser o único vinho do mundo capaz de atingir de forma natural, isto é, sem serem “aguardentados”, mais de 20 graus alcool.

Do «Deus, Pátria e Família» à atual Democracia. "Parte 3 de 3 – A intervenção política na nossa democracia."

Imagem
Durante cerca de 48 anos os portugueses foram “amordaçados” pelas três pedras basilares do Regime Autoritário de Salazar. A conjugação do “Deus, Pátria e Família” que durante anos foi atribuída a António de Oliveira Salazar, na verdade foi proferida pela primeira vez por Afonso Pena o 6º Presidente do Brasil.  A grande diferença no “conceito” era o uso de uma quarta palavra por parte do Advogado e Político Afonso Pena que afirmava que a vida se exprimia em quatro palavras “Deus, Pátria, Liberdade e Família”. A defesa destes quatro conceitos era para Afonso Pena o sustento de qualquer governação de sucesso, pois seria através destes quatro pilares que um Estado e/ou Nação se ergueriam de forma sustentada e voltada para o futuro.   43 anos após a conquista da suposta “Liberdade”, surgimos com um problema de conjugação dos quatro pilares de Afonso Pena. Hoje, temos insistentemente abusado do termo Liberdade para nos defendermos dos nossos atos, mas dado o uso dos restantes pilares p

Bote “Maria Armanda” faz triplete nas provas de botes baleeiros da Piedade!

Imagem
No passado sábado (15 de Julho de 2016) realizou-se a etapa da Piedade nas provas oficiais do Campeonato de botes baleeiros do Pico e que liga os portos do Calhau e da Manhenha. O grande vencedor desta prova foi o bote “Maria Armanda”

Aeroporto do Pico: Pico recomenda-se!

Imagem
Segundo o boletim estatístico da SREA, o aeroporto do Pico continua a afundar-se no número de passageiros quando comparado com os resultados apresentados em 2016. O mês de Junho volta a ser um mês crítico e apresenta novamente uma queda no número total de passageiros. Desta vez, a quebra é de valores próximos dos 1,7% face a junho de 2016 e desde de Janeiro de 2017 o aeroporto do Pico conta já com quatro meses de variações negativas. Mas quais os motivos que têm levado a esta quebra?

Do «Deus, Pátria e Família» à atual Democracia. "Parte 2 de 3 – A Família! O declínio do conceito de família no evoluir da democracia."

Com o aparecimento da democracia, várias foram as alterações que se foram vendo ser implementadas. Umas que surtiram o efeito desejado e necessário, e outras que tomaram um rumo desproporcionado no que respeita à sua génese. Com a “suposta” liberdade com que fomos aliciados, vieram as obrigações morais e sociais que deveríamos ter cumprido escrupulosamente, pois eram os alicerces de toda a nossa cultura. Em boa verdade, o 25 de Abril trouxe consigo um «liberalismo» para o centro de um país que gritava por um socialismo controlado. Aos poucos, esse liberalismo tomou conta de toda uma estrutura económico-social que passou a prescindir de valores sociais e familiares em abono de valores económico-financeiros, valores que só fariam sentido se alcançados conjuntamente com os valores sociofamiliares. Ao deixar de haver conceitos familiares, as famílias passaram a tornar-se num fardo, e com a “aceitação” social de libertação desse fardo, o abismo instalou-se!

Freguesia de São João recebeu a II Regata São João Baptista

Imagem
No passado dia 01 de Julho deu-se a II Regata São João Baptista onde pela primeira vez a freguesia de São João fez parte do circuito de provas oficiais do Campeonato de Botes Baleeiros do Pico.

Maria Armanda é Bicampeão Regional de Remos Masculino num campeonato onde as embarcações do Pico trouxeram cinco trofeus regionais para casa.

Imagem
Decorreu durante o fim de semana de 7, 8 e 9 de Julho o 2º Campeonato Regional de Botes Baleeiros com o Pico a arrecadar cinco trofeus, um primeiro lugar de remos Masculino, segundo lugar de remos Feminino e um terceiro lugar de Vela para o bote “Maria Armanda” (CN Lajes do Pico), um Primeiro lugar de Remos Feminino para o bote “São Pedro” (CN Aliança Calhetense) e um segundo lugar de remos Masculino para o bote "São Joaquim".

Do «Deus, Pátria e Família» à atual Democracia.

Imagem
Se houve coisa boa que o 25 de Abril de 1974 nos deixou de herança, foi a sensação de sermos livres. Livres nos nossos atos, nos nossos pensamentos e nas nossas decisões. Foi de ter-mos a posse de uma sensação de liberdade, mesmo que por vezes não passe disso mesmo, de apenas uma sensação, uma sensação só possível de ser sentida por estarmos no caminho da construção de um Estado Democrático. Com o 25 de Abril ficámos livres de caminhar o nosso próprio percurso e livres de acreditar na luz que melhor acharmos que nos ilumina. Da pureza da “insurreição”, nasceram movimentos, grupos de pessoas que acreditaram ser possível derrubar uma Ditadura Fascista que teimava em se perpetuar no tempo desde 1926, uma Ditadura que foi mesmo considerada como a mais longa ditadura do Séc. XX no espaço europeu.