segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Fajã dos Cubres - Eleita uma das 7 Maravilhas de Portugal 2017


A Fajã dos Cubres foi eleita na noite de 03 de Setembro como uma das 7 Maravilhas de Portugal 2017 na categoria das «Aldeias de Mar». Esta edição teve como objetivo promover o património histórico, natural e gastronómico das aldeias portuguesas e foi já considerada como a edição de maior sucesso participativo.






Fajã dos Cubres


A Fajã dos Cubres localiza-se na freguesia da Ribeira Seca, concelho da Calheta, na Ilha de São Jorge. O seu nome deriva da abundante planta Cubre, que possui pequenas e encantadoras flores amarelas.

A grande beleza desta Fajã provém da sua maravilhosa Lagoa de água salobra que possibilita aos seus visitantes panoramas de raras belezas consoante as marés. É nesta lagoa que se apanha o “famoso” camarão que serve de isco para captura de espécies como a Garoupa.

Esta Fajã é uma das mais importantes zonas internacionais ao abrigo da Convenção de Ramsar, tratado intergovernamental que foi assinado em 1971 no Irão e que visa a cooperação internacional com as ações locais para a conservação e uso sustentável dos recursos naturais, em concreto de zonas húmidas, por ser um Habitat de muitas espécies de Avifauna, mais especificamente, de Aves Marítimas.

Esta Fajã foi completamente arrasada por duas vezes, uma com o terramoto de 9 de Julho de 1757 e outra com o terramoto de 1980, atualmente, as casas voltaram a ser reconstruidas, mas desta vez com aspetos e comodidades da era moderna.

É também nesta Fajã que se situa a Ermida de Nossa Senhora de Lourdes, datada de 1908, onde se diz que as águas que brotam do poço de baixa-mar são miraculosas por serem abençoadas pela Nossa Senhora. A festa em sua honra acontece no segundo domingo de Setembro com a realização de Missa, Procissão e Arrematações de ofertas levadas pelos fiéis.

No caminho de acesso a esta Fajã, encontra-se o seu Miradouro que permite a quem a visita deslumbrar uma paisagem que se estende desde a Fajã dos Cubres até à Fajã da Caldeira de Santo Cristo. É possível também avistar a já referida Ermida que se encontra aninhada à lagoa bem como uma importante parte das falésias da costa norte da Ilha de São Jorge.

Sem comentários:

Enviar um comentário